A importância da Coleta Seletiva

A Coleta Seletiva como forma de reduzir a poluição e extração de recursos naturais.

A coleta seletiva é importante quando falamos em reduzir os impactos causados pela contaminação do meio ambiente.

Com o aumento da população cresce junto a produção de lixo e a necessidade do descarte correto, para que esse resíduo não agrave ainda mais a degradação do meio ambiente.

Os resíduos descartados de maneira inadequada pelo homem afetam diretamente o meio ambiente. Para evitar o excesso de poluição, a reciclagem assume um papel fundamental na preservação do meio ambiente.

Um novo estudo encomendado pelo Cempre, o Compromisso Empresarial para a Reciclagem, mostra que 85% dos brasileiros não tem acesso à coleta seletiva, quase 170 milhões de brasileiros não são atendidos por coleta seletiva em suas cidades.

Segundo a pesquisa, só 1.055 municípios brasileiros têm programas de coleta seletiva, tendo em vista que o Brasil tem mais de 5 mil cidades, esse número representa apenas 18% dos municípios. Quando analisamos a quantidade de cidadãos atendidos ou com acesso a algum programa de reciclagem, a porcentagem cai. Só 31 milhões de brasileiros – cerca de 15% da população total do país – podem contar com o “luxo” de separar o lixo. Ou seja, 85% dos brasileiros não têm como destinar resíduos para a reciclagem.

Com isso, podemos ver a coleta seletiva como um direito básico, sendo pouco garantido pelas políticas públicas.

O levantamento é feito pela instituição desde 1994, e a comparação ano a ano mostra que a reciclagem está crescendo. A partir de 2010, houve um salto importante em quantidade de municípios que reciclam, um aumento de mais de 100%. Isso ocorreu por conta da aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Para o presidente do Cempre o que falta agora é um maior engajamento das prefeituras. “O entrave é político, e as prefeituras precisam se engajar mais. Quando a política foi aprovada, o governo federal criou linhas de financiamento para o município fazer o plano de gestão, que é a primeira etapa antes de fechar os lixões ou implantar a coleta seletiva. Mas houve um baixo engajamento dos municípios”, diz.

Entretanto a responsabilidade não é só do Poder Público, todos temos nossa responsabilidade individual e devemos agir para que os resíduos que produzimos não causem danos ao Meio Ambiente e a Sociedade.

Realizando o descarte correto dos resíduos possibilitamos que sejam reutilizados ou reciclados, não só deixando de poluir, bem como preservando os recursos naturais.

 

 

 

Fontes:

https://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2016/06/85-dos-brasileiros-nao-tem-acesso-coleta-seletiva-mostra-estudo.html, em 26/02/2019.

https://www.menos1lixo.com.br/posts/por-que-fazer-coleta-seletiva, em 26/02/2019.

2 opiniões sobre “A importância da Coleta Seletiva”

  1. I have been surfing on-line more than three hours as of late, but I by no means discovered any fascinating article like yours. It’s beautiful value enough for me. Personally, if all web owners and bloggers made excellent content as you probably did, the net might be a lot more helpful than ever before.

  2. Helpful info. Fortunate me I discovered your site unintentionally, and I’m shocked why this coincidence didn’t took place in advance! I bookmarked it.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *